Casas para 600 famílias haitianas
Segunda, 20 Setembro 2010 11:02

600_casas

Serras e martelos em acção perto de um campo em Port-au-Prince: a Cruz Vermelha constrói casas resistentes às intempéries

Fotografia: Karl Schuler, CV Suíça

No quadro do seu empenhamento no Haiti, a Cruz Vermelha Portuguesa vai concentrar os seus esforços, de momento, no domínio do alojamento. A construção de casas sólidas é uma das suas prioridades, sendo que o projecto em que está a trabalhar consiste no fornecimento de casas simples, mas resistentes a intempéries e sismos, a 600 famílias da comunidade remota de Palmiste-à-Vin, situada nas montanhas. É extremamente importante que estas casas consigam resistir a estes fenómenos, uma vez que o Haiti é histórica e gravemente vulnerável a furacões e riscos associados.
Os trabalhos de construção já se iniciaram, prevendo-se que até ao final do mês de Setembro já estejam totalmente erigidas algumas casas, continuado-se a fazer os trabalhos de fundações para as outras.
No sentido de acompanhar o andamento do projecto, entre os dias 20 e 28 Setembro deslocam-se ao Haiti dois representantes da CVP.
Refira-se que este projecto é desenvolvido em parceria com a Cruz Vermelha Suíça.
A Cruz Vermelha Portuguesa gostaria uma vez mais de agradecer a todos as pessoas que contribuíram para a resposta humanitária no Haiti.