Haiti: actualização sobre as operações humanitárias
Sexta, 15 Janeiro 2010 08:10

A assistência da Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV) já começou a chegar ao Haiti.
Várias Unidades de Resposta a Emergência (ERU) estão a chegar com pessoal de várias Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha de todo o mundo.
Um primeiro grupo de especialistas já começou a avaliar os danos causados pelo devastador sismo de magnitude 7.3 que atingiu a capital haitiana na terça-feira passada. Isto assegura que a ajuda chega aos mais vulneráveis e que os recursos disponíveis são utilizados onde possam ser mais úteis.
A primeira resposta: os voluntários da Cruz Vermelha do Haiti
As Unidades de Resposta a Emergência irão prestar o muito necessário apoio ao pessoal e voluntários da Cruz Vermelha do Haiti que têm vindo a assistir a população desde que o sismo os atingiu com os bens de socorro pré-posicionados.
Entre outras coisas, os membros destas unidades irão estabelecer um hospital de campanha totalmente equipado. Outras Unidades de Resposta a Emergência são especializadas na coordenação de socorro e abrigo, água e saneamento, telecomunicações e saúde.
Actualmente, as necessidades mais urgentes são a busca e salvamento e os cuidados de saúde de emergência, bem como os abrigos e o acesso a água potável. Milhares de pessoas no Haiti estão actualmente a passar as noites nas ruas de Port-au-Prince sem abrigo e assustadas.
Apelo de Emergência
Na quarta-feira, a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho lançou um apelo preliminar de 6.8 milhões de Euros para assistir 100.000 pessoas (20.000 famílias) durante 9 meses. A Cruz Vermelha Portuguesa libertou nesse mesmo dia 25.000 Euros do seu Fundo de Emergência para que, desde logo, pudessem começar as actividades humanitárias a favor das vítimas do sismo no Haiti. Prevê-se que nos próximos dias este apelo venha a ser revisto.
A Cruz Vermelha estima que poderão ter sido afectadas cerca de 3 milhões de pessoas, o que é equivalente a um terço da população do país.
Serviço de Pesquisa e Localização de familiares no Haiti
Como resultado do sismo que atingiu o Haiti, milhares de pessoas dentro e fora do Haiti perderam contacto com os seus entes queridos.
O objectivo do site FamilyLinks (Ligações Familiares) é acelerar o processo de restabelecimento do contacto entre membros da família separados. Ele é gerido pelo Comité Internacional da Cruz Vermelha, em cooperação com os serviços de pesquisa e localização da Cruz Vermelha do Haiti e das Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho em todo o mundo.
Neste momento, o site dá a possibilidade de pessoas no Haiti e no estrangeiro de publicar os nomes dos seus familiares com os quais procuram restabelecer o contacto. Progressivamente, irá incorporar informação para dar resposta a esses pedidos.
As entradas publicada nas listas só poderão ser modificadas pelo Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV). Se desejar modificar detalhes do nome que lá colocou ou apagar completamente o nome, mande por favor um email para o CICV ( Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar ).
Importante: O CICV não tem meios de verificar a informação enviada através da rede. Não é responsável por informação incorrecta dada através dos serviços colocados à disposição neste site. A informação prestada neste site não é confidencial e pode ser consultada por qualquer pessoa. É responsabilidade das pessoas que publicam informação neste site assegurarem-se que não resulta qualquer malefício desta publicação. O CICV não poderá ser considerado responsável por quaisquer consequências negativas que advenham da publicação de informações neste site.

Para obter informações sobre as formas de donativo para o Fundo de Emergência da Cruz Vermelha Portuguesa - "Apelo vítimas sismo Haiti" e assuntos relacionados, clique aqui.