Governo lança campanha nacional para combater violência contra mulheres
Sexta, 25 Novembro 2016 11:14

O Governo lança hoje uma nova campanha de sensibilização contra a violência contra as mulheres, que arranca em Lisboa e percorre o país, em conjunto com o Ministério Público e organizações não-governamentais.

Em comunicado, o gabinete do Ministro Adjunto dá conta de que a campanha "Comunidade Ativa contra a Violência" serve para assinalar o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres, instituído a 25 de novembro.

Esta iniciativa conta com a participação do Ministério Público, além das organizações não-governamentais (ONG) Associação de Mulheres Contra a Violência, a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, a Associação Portuguesa de Mulheres Juristas, a Cruz Vermelha Portuguesa, o Movimento Democrático de Mulheres e a União de Mulheres Alternativa e Resposta.

vd

A Cruz Vermelha Portuguesa, enquanto instituição humanitária que tem como preocupação fundamental a não discriminação e o respeito pelo outro, considera que a violência contra as mulheres é uma violação dos Direitos Humanos, pelo que se impõe a sua associação a esta campanha.

Depois do arranque da campanha, a iniciativa vai andar por todo o país, com mais 40 ações, 35 entidades promotoras e 178 entidades parceiras, até ao dia 26 de novembro.

O gabinete do Ministro Adjunto lembra que em Portugal a violência doméstica é crime público e que, no ano passado, morreram 29 mulheres, tendo-se registado 26.595 denúncias.

“Na Europa, uma em cada três mulheres é vítima de violência física ou sexual” e, “em todo o mundo, 35% das mulheres são alvo de violência em algum momento das suas vidas, a maioria no contexto das suas relações de intimidade”, lê-se no comunicado.

O Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1999, com vista a chamar a atenção da sociedade para as várias formas de violência de que as mulheres são vítimas.