Cruz Vermelha e Nestlé proporcionam um Natal mais feliz a famílias carenciadas
Quinta, 19 Dezembro 2013 11:42

nestlearvoreok

90 anos, 90 famílias apadrinhadas pelos colaboradores da Nestlé Portugal no âmbito do programa “Portugal Mais Feliz” da Cruz Vermelha Portuguesa

No âmbito do 90º aniversário da Nestlé Portugal e do programa “Portugal Mais Feliz” da Cruz Vermelha Portuguesa, este Natal os colaboradores da Nestlé “apadrinharam” 90 famílias carenciadas – previamente identificadas pela Instituição - proporcionando-lhes uma ceia mais feliz e levando-lhes uma mensagem de esperança. A entrega oficial destes “apoios” vai ser realizada hoje, dia 19 de dezembro, na sede da Cruz Vermelha Portuguesa em Lisboa, e contará com a presença de Cristina Louro, vice-presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, e de Deolinda Nunes, Diretora de Relações Corporativas da Nestlé Portugal, SA.

Os apoios a atribuir a estas 90 famílias distribuídas pelo território nacional não se esgotam em produtos alimentares e foram definidos em função das necessidades das mesmas, pelo que, para além de uma generosa ceia de natal, estes “cabazes” podem incluir rendas pagas, consultas médicas entre muitos outros tipos de apoios. Para prestar esta ajuda, os colaboradores da Nestlé organizaram-se em 90 equipas, em função da localização geográfica, tendo cada uma “apadrinhado” uma família específica.

Enquadrado no Programa “Portugal Mais Feliz” da Cruz Vermelha Portuguesa, esta é mais uma das iniciativas levadas a efeito pela Nestlé Portugal no âmbito da parceria que tem com a Instituição e que visa dinamizar ações que promovam a angariação de fundos (em dinheiro e géneros) a favor dos beneficiários. O protocolo entre as duas instituições foi assinado em julho de 2013, ano em que a Nestlé assinala os 90 anos em Portugal. Para Deolinda Nunes, Diretora de Relações Corporativas da Nestlé Portugal, SA., "a assinatura deste protocolo no ano em que a Nestlé celebra 90 anos de presença em Portugal reflete e reforça o envolvimento que a Companhia tem mantido com a sociedade portuguesa ao longo de nove décadas, apoiando-a no âmbito da Nutrição, da Saúde e do Bem-Estar. Neste caso em particular, o sucesso desta iniciativa foi resultado do esforço e empenho dos colaboradores e voluntários da Nestlé, que foram envolvidos em prol desta causa que é apoiar as famílias mais carenciadas e vulneráveis nesta fase mais difícil   quedifícil que o nosso país atravessa."

Segundo Cristina Louro, vice-presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, responsável pela Área Social e Voluntariado, "num momento em que mais de 25% da população portuguesa está em risco de pobreza e/ou exclusão social é bom ter um parceiro que partilha a visão de que todos temos algo para dar, de que o mundo que construímos é responsabilidade de todos, de que devemos investir e cuidar dos alicerces dos nossos empreendimentos."

“Portugal Mais Feliz” é um programa que possui um carácter inovador, no sentido em que procura soluções, simultaneamente, individuais para cada elemento da família e integradas com os problemas globais que afetam a família no seu todo. O apoio dado às famílias abrange várias áreas como a alimentação, apoio financeiro, desenvolvimento de competências pessoais e sociais, integração escolar e/ou profissional, saúde e outras que se revelem necessárias e adequadas.

Para Luís Barbosa, Presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, "O apoio estratégico e prolongado de empresas como a Nestlé, que continuam a apoiar as instituições nas alturas mais críticas e de crise económica, é fundamental enquanto apoio à resposta dada pela Cruz Vermelha Portuguesa às famílias portuguesas que se encontram numa situação de fragilidade social e económica."

Álbum de fotografias desta iniciativa


A Responsabilidade Social na Nestlé

A Nestlé tem um grande impacto económico, social e ambiental nos países onde produz e vende os seus produtos. Assim, foi importante definir os pilares da estratégia para a Criação de Valor Partilhado, a forma como entende a sua Responsabilidade Social Corporativa, fortemente alicerçada na conformidade e nas práticas empresariais sustentáveis, que são a base do seu negócio: a Nutrição, a Água e o Desenvolvimento Rural, sem esquecer obviamente a importância da Sustentabilidade Ambiental, do Capital Humano e da Comunidade onde está inserida.
Assim, o conceito de Criação de Valor Partilhado está intrinsecamente ligado à manutenção de uma relação próxima com estas Comunidades envolventes e, como tal, a Companhia procura que esta preocupação externa tenha reflexos a nível interno, consciencializando, por exemplo, os seus Colaboradores para as necessidades dessas Comunidades, envolvendo-os e permitindo-lhes participar ativamente em variadas ações solidárias.