Síria: Cruz Vermelha/Crescente Vermelho condenam assassinato de mais um voluntário do CV Sírio Árabe
Quinta, 23 Maio 2013 13:50

O Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho condena o assassinato de Abdo Darwish, um condutor da delegação de Al-Hassakeh pertencente ao Crescente Vermelho Sírio Árabe que foi morto no seu trajeto de casa para o trabalho no dia 14 de Maio.
Darwish vestia o seu uniforme do Crescente Vermelho Sírio Árabe, claramente identificando a sua afiliação ao Movimento quando foi alvejado por atiradores.
Com a trágica morte de Darwish, o conflito na Síria colheu até agora a vida de 20 voluntários do Crescente Vermelho Sírio Árabe – todos eles mortos enquanto levavam a cabo as suas tarefas humanitárias.
Lamentavelmente, nos últimos dois meses, com a violência a intensificar-se em todo o país, ataques contra trabalhadores de cuidados de saúde e a pessoal de socorro têm vindo a aumentar. Há relatos de numerosos ataques, directos ou indirectos, contra a propriedade do Crescente vermelho Sírio Árabe, incluindo carros e instalações que claramente mostram o emblema. O bombardeamento em Hons do Crescente Vermelho Sírio Árabe, em 15 de Maio, é o último incidente deste tipo.
O Crescente Vermelho Sírio Árabe, o Comité Internacional da Cruz Vermelha e a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho apelam juntos a uma imediata proteção dos voluntários do Crescente Vermelho Sírio Árabe e de outro pessoal pertencente ao Movimento.
É também absolutamente essencial que todas as partes facilitem o trabalho destes voluntários corajosos, e de todos os outros trabalhadores humanitários, respeitando os emblemas exibidos nas instalações, veículos e vestuário. Sem esse respeito por estes emblemas – incluindo os do Movimento, salvar  vidas e oferecer a muito necessária assistência a milhões de Sírios será praticamente impossível.