Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho recebe Prémio Príncipe das Astúrias 2012
Sexta, 26 Outubro 2012 09:49
tn p-jpn0071   O prestigioso prémio Príncipe das Astúrias na categoria de cooperação internacional é entregue hoje em Oviedo, Espanha, a Tadateru Konoé, Presidente da Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV) e a Peter Maurer, Presidente do Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV).

O júri galardoou este prémio como reconhecimento do trabalho do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho em contexto de conflito armado, como na Síria, Líbia e Somália, e em contexto de desastres naturais, como os que ocorreram no Haiti, Indonésia e no Japão. A Cruz Vermelha e o Crescente Vermelho, juntamente com os seus voluntários, salvam vidas, protegem meios de subsistência, dão apoio para a recuperação após desastres e crises, permitem que as pessoas levem uma vida segura e saudável e promovem a inclusão social e uma cultura de não-violência e paz.”

“Sentimo-nos honrados em aceitar este prestigioso prémio em nome de todas as nossas Sociedades Nacionais membros e dos 13 milhões de voluntários que servem as pessoas vulneráveis em todo o mundo como parte do trabalho do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho,” afirma o Presidente da FICV, Tadateru Konoé.“ Juntos procuramos abordar os grandes desafios humanitários e de desenvolvimento desta década. Juntos, temos o compromisso de salvar vidas e mudar mentalidades.”
“Gostaria de dedicar este prémio ao pessoal e voluntários do Movimento que perderam as suas vidas nos últimos meses ao tentar salvar as vidas de outros,” disse o Presidente do CICV, Peter Maurer. “No Paquistão, Iémen e na Síria, mencionando apenas alguns lugares, sofremos perdas que são trágicas por duas razões. Em primeiro lugar porque pessoas talentosas e altruístas foram-nos tiradas demasiado cedo. E em segundo lugar, porque centenas, talvez milhares de pessoas encontram-se agora sem ajuda como resultado dessas trágicas perdas.”
Com cerca de 100 milhões de membros, voluntários e apoiantes, o Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho é a maior rede humanitária mundial. O Movimento é neutral e imparcial, e dá protecção e assistência a pessoas vulneráveis e comunidades, incluindo aqueles afectados por conflitos armados, desastres naturais e outras emergências humanitárias. Tem três componentes principais: o Comité Internacional da Cruz Vermelha – órgão fundador do Movimento – que trabalha para aliviar o sofrimento durante conflitos armados e outras situações de violência, a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, que é activa em desastres naturais, no apoio e coordenação do desenvolvimento e cooperação entre as Sociedades Nacionais por todo o mundo, e as Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, que estão empenhadas em aliviar o sofrimento com a ajuda de milhões de voluntários em todo o mundo.