Síria: Presidente do CICV conclui visita no meio de combates imparáveis
Segunda, 10 Setembro 2012 14:10
syria-e-00140

Peter Maurer, Presidente do Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV) regressou da Síria pós visita de três dias durante a qual encontrou-se com o Presidente sírio, Bashar al-Assad, e os ministros dos Negócios Estrangeiros, Interior, Saúde e Reconciliação Nacional.

Peter Maurer também visitou as áreas afectadas pelo conflito na zona rural de Damasco para presenciar em primeira mão como os civis estão a lidar num contexto de violência extrema.

"Fiquei chocado com a imensa destruição de infraestruturas e casas em diversas áreas que visitei em Mu’dhamiya, Qaboun e Harasta. E fiquei profundamente tocado pelas histórias de crianças que perderam os seus pais nos conflitos,” refere o Presidente do CICV. “Visitei diversos postos médicos na zona rural de Damasco e fiquei alarmado com a situação em que se encontram. Os trabalhadores humanitários enfrentam enormes dificuldades na realização das suas tarefas. Muitos homens, mulheres e crianças poderiam ter sido salvos, estão a morrer diariamente devido à falta de acesso a cuidados médicos. Voluntários do Crescente Vermelho Sírio-Árabe continuam a demonstrar uma coragem admirável ao realizarem o seu trabalho humanitário em condições extremamente difíceis. As infraestruturas de saúde e os seus trabalhadores devem ser protegidos.”
"Desde que o conflito começou, já morreram muitas pessoas, e agora a situação está a deteriorar-se ainda mais rapidamente,” diz Peter Maurer. "O Presidente al-Assad concordou com a necessidade de aumentar urgentemente a ajuda humanitária ao facilitar a entrega de bens que nos permitirão aumentar as nossas actividades e responder adequadamente às necessidades que têm vindo a crescer.”
"Eu também discuti com o Presidente al-Assad o nosso pedido extraordinário para visitar detidos no país devido aos eventos actuais – pessoas em todas as instalações, incluindo aquelas que estão sob a responsabilidade das autoridades de segurança e que estão para ser interrogadas. O Presidente al-Assad expressou a sua vontade em responder a esta questão”. O Presidente do CICV disse ainda que "desde Março 2011, dezenas de milhares de pessoas estão detidas no país. Os seus direitos básicos têm de ser mantidos e têm que conseguir manter o contacto com as suas famílias.”

syria-0570 syria-sy-e-00159

"Os compromissos positivos que recebi durante os meus encontros terão que ser obviamente seguidos e postos à prova nas próximas semanas”, disse Peter Maurer. "Cada dia que passa morrem mais pessoas e aumenta o sofrimento humano. Irei prestar especial atenção se os resultados das nossas discussões se materializam no terreno.”
"As regras do direito internacional humanitário devem ser respeitadas por todas as partes envolvidas no conflito para evitar a perda de vidas civis,” disse. “É da responsabilidade de todas as partes a protecção dos civis na condução das hostilidades.”
O CICV encontra-se em contacto regular com os grupos da oposição na Síria e no exterior para partilhar as suas preocupações e debater questões relacionadas com o respeito do direito internacional humanitário e com a protecção de civis e detidos.
O CICV e o Crescente Vermelho Sírio-Árabe têm cooperado para ir ao encontro das necessidades mais urgentes. Ambas organizações devem esforçar-se para encontrar formas de fortalecer o seu trabalho no terreno. O CICV e o Crescente Vermelho Sírio-Árabe não irão poupar esforços para levar a ajuda àqueles que necessitam.