Dia Mundial de Primeiros Socorros
Sexta, 07 Setembro 2012 10:44
spediatrico   O Secretário-Geral da Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e Crescente Vermelho (FICV) Bekela Geleta, assinalou o Dia Mundial de Primeiros Socorros deste ano ao apelar aos govemos que permitam a todos os indivíduos estar melhor formados em primeiros socorros de emergência e mais protegidos de qualquer consequência legal.
Bekela Geleta afirmou que muitas pessoas que vivem em sociedades afectadas por guerras ou desastres não têm a possibilidade de serem formadas em primeiros socorros básicos e apelou aos governos que assegurem uma formação em primeiros socorros disponível para todos.

“A formação em primeiros socorros não se encontra disponível para todos e necessitamos urgentemente de melhorar esta situação”, refere o Secretário-Geral. “Há uma enorme falha a nível da sensibilização sobre formação em primeiros socorros em comunidades vulneráveis. Em muitos dos países mais pobres e com mais problemas no mundo, uma simples noção básica de como tratar uma ferida ou, num pior cenário, manter uma pessoa viva, seria extremamente importante.”

O Secretário-Geral também apela aos governos e decisores políticos que assegurem que os candidatos a socorristas em todo o mundo não sejam impedidos de pôr em prática os seus conhecimentos devido a ameaças legais.
“Os desafios sociais e legais que enfrentamos actualmente ao tentar preparar as comunidades com capacidades para salvar vidas através de primeiros socorros são diferentes em relação à altura em que Henry Dunant se deparou com a batalha histórica de Solferino e que deu origem aos nosso Movimento.”, afirmou.
“Solicitamos aos governos que propiciem ambientes que fortaleçam os indivíduos a agir segundo as suas capacidades. A adopção de legislação, que não responsabilize socorristas por maus resultados, poderia ser uma das formas de melhorar esta situação.” Realçando que encorajar pessoas a dar assistência a outros é do interesse público, Geleta sugeriu um programa mais extenso de primeiros socorros nas escolas, empresas e até através de canais menos tradicionais como albergues e associações de caridade.
A maior parte das 187 Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha e Crescente Vermelho realizam formação em primeiros socorros e aplicam-na como uma das actividades centrais de actuação. Em 2010, mais de 17 milhões de pessoas receberam cursos de primeiros socorros por parte da sua Cruz Vermelha Crescente Vermelho local. 46 milhões de pessoas receberam mensagens educativas de prevenção e primeiros socorros.

Para obter informações sobre o ensino de socorrismo na Cruz Vermelha Portuguesa, clique aqui.