Nova campanha para Teleassistência
Terça, 07 Agosto 2012 14:37

“Você é o primeiro a saber que precisa de ajuda. Seja o primeiro a pedir” é o mote da campanha lançada este Verão pela Cruz Vermelha Portuguesa para dar a conhecer o serviço de Teleassistência.
O serviço de Teleassistência da Cruz Vermelha Portuguesa baseia-se num serviço telefónico de apoio permanente e imediato, que funciona 365 dias por ano e 24h por dia em todo o território nacional, destinado a pessoas que desejam sentir-se mais seguras ou que se encontram em situação de dependência (por idade, incapacidade, doença ou isolamento).
Este é um serviço que se encontra disponível em duas vertentes: fixa (para utilização no domicílio) e móvel (para utilização em qualquer parte).
Na vertente fixa, o aderente tem à disposição uma pulseira/colar com botão de alarme e um terminal telefónico. Sempre que tiver uma emergência (ou até mesmo se sofrer de solidão) pode carregar no botão e entra imediatamente em contacto com o Call Center da CVP, composto por profissionais dedicados, com experiência na CVP e formação na área social, socorrismo, emergência e psicologia.  Dependendo da gravidade da situação, a central faz uma triagem e aciona os meios mais rápidos de socorro (ex. CVP, Polícia, INEM, Bombeiros e até mesmo a rede de familiares e vizinhos do aderente), mantendo contacto com o cliente até que a situação de alarme se solucione.
Na vertente móvel, o utente tem um equipamento semelhante a um telemóvel com um botão de emergência que, ao ser pressionado, fornece a sua localização por GPS e estabelece contacto telefónico imediato com o Call Center.
Segundo Ana Margarida Soares, responsável pelo serviço, "A Teleassistência da Cruz Vermelha Portuguesa tem uma vertente humana e social muito forte: é um serviço pensado para aumentar a qualidade de vida, tanto dos mais velhos, como de todos aqueles que necessitam de assistência e de maior segurança. É um projeto que traz claros benefícios aos níveis social, de saúde e segurança da população e que se coaduna perfeitamente com a missão humanitária da CVP".
Como exemplo do impacto que este serviço tem na comunidade, refira-se que o número de pessoas com mais de 65 anos cifra atualmente em cerca de 1.700.000, prevendo-se que ultrapasse os 2 milhões em 2020, sendo que destes idosos cerca de 400.000 vive em situação de isolamento, mais visível nos concelhos das capitais de distrito, particularmente em Lisboa.
Lançado em 2008, este é um serviço que já registou mais de 2.500 pedidos de ajuda a utentes, tendo sido já realizadas cerca de 10.000 chamadas de acompanhamento do Call Center, seja por casos de emergência, solidão, insegurança ou de saúde.
Tendo em conta a procura de soluções de combate ao isolamento, a CVP reforça assim, este verão, a comunicação deste serviço com o lançamento de uma campanha multimeios (TV e Rádio), cujo desenvolvimento criativo esteve a cargo da Leo Burnett Lisboa e a produção da STOPLINE (spot TV) e da Dizplay (spot Rádio).
Sobre a campanha
O spot de TV, de 60’, com o título “Água”, conta a história de alguém que precisa de ajuda e de como até as pessoas que estão próximas podem não se aperceber desse facto. O objetivo é mostrar que numa emergência, não se pode contar com a sorte, é preciso ser direto e pedir ajuda.

Para saber mais sobre o Serviço de Teleassistência (serviços disponíveis, preçário, adesão e outras informações), clique aqui