Gaza: Comité Internacional da Cruz Vermelha facilita visitas familiares pela primeira vez em 5 anos
Segunda, 16 Julho 2012 00:00
icrc-1   

Nesta segunda-feira, dia 16 de Julho, as famílias de Gaza poderão visitar os seus familiares nas prisões de Israel pela primeira vez desde Junho de 2007.

No total, 40 mulheres, mãe e pais verão de novo os seus familiares cara-a-cara, com a ajuda do Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV), que está a facilitar a viagem entre Gaza e a Prisão Ramon.

As autoridades israelitas suspenderam todas as visitas a prisioneiros residentes da Faixa de Gaza em Junho de 2007, uma medida que afectou mais de 800 detidos.

“Este é o primeiro passo e esperamos que as visitas sejam realizadas em pleno,” disse Juan Pedro Schaerer, Responsável pela delegação do CICV em Israel e territórios ocupados. “Nós solicitámos repetidamente a retoma das visitas familiares, que são uma tábua de salvação para os detidos e para as suas famílias. De acordo com o Direito Internacional Humanitário, as autoridades israelitas têm a obrigação de permitir que os detidos recebam visitas de familiares.”
Um total de 554 homens cujas famílias são da Faixa de Gaza ainda se encontram detidos em prisões israelitas. O CICV tem vindo a facilitar essas visitas familiares desde 1968. Durante a suspensão das visitas, os delegados do CICV facilitaram a troca de milhares de mensagens Cruz Vermelha e transmitiram oralmente os cumprimentos entre detidos e os seus familiares.