Cruz Vermelha e Crescente Vermelho apelam a uma maior protecção e reconhecimento dos voluntários
Segunda, 05 Dezembro 2011 00:30

Lançamento do relatório “Voluntariado em Emergências”

Seca, fome, violência, conflito, discriminação e alterações climáticas. Estes são apenas alguns dos desafios com que os voluntários têm de lidar diariamente no mundo inteiro, mas, de acordo com um novo relatório lançado pela Cruz Vermelha/Crescente Vermelho, pouco tem sido feito para garantir que os voluntários sejam devidamente protegidos.

Quase mil milhões de pessoas em todo o mundo escolhem ser voluntários. Hoje, no Dia Internacional do Voluntário, 5 de Dezembro, é importante reconhecer o seu compromisso de servir, muitas vezes com grande sacrifício pessoal.

Segundo o relatório “Proteger. Promover. Reconhecer. Voluntariado em Emergências”, os voluntários que intervêm nos momentos mais cruciais na sequência de uma emergência são igualmente vulneráveis aos riscos enfrentados por aqueles que estão a ser socorridos. Todos os anos, há voluntários que morrem ou ficam feridos a serviço da humanidade em todo o mundo.

Enquanto acontecerem catástrofes e outros desastres, haverá sempre voluntários a enfrentar o perigo, a fim de ajudar os outros. Assim, a Cruz Vermelha e o Crescente Vermelho dizem ser preciso equipar os voluntários com as ferramentas e o treino necessários para realizar a sua missão humanitária. É fundamental que o Governo, a Sociedade Civil e a Cruz Vermelha trabalhem juntos para garantir uma protecção adequada a todos os voluntários, tanto em tempo de crise como em tempo de paz.

Um passo importante para reforçar a protecção e o reconhecimento dos voluntários foi tomado recentemente durante a 31ª Conferência Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho que reuniu 187 Sociedades Nacionais e 194 Governos em Genebra, na Suíça. Aqui foi aprovada uma resolução que apela a todas as partes para reverem as legislações sobre o Voluntariado e desenvolverem ambientes mais propícios para o Voluntariado crescer.

A Cruz Vermelha é uma rede global de mais de 13 milhões de voluntários activos que contribuíram com cerca de 4,5 mil milhões de dólares (cerca de 0,70 Euros) para cada pessoa na Terra, só em 2009.

Para ver o resumo e aceder ao relatório “Proteger. Promover. Reconhecer. Voluntariado em Emergências”, clique aqui.