Terramoto na Turquia
Segunda, 24 Outubro 2011 15:08

turkey_earthquake

No passado domingo, 23 de Outubro pelas 12:41, um terramoto de 7.2 na escala de Richter atingiu a província de Van, a leste da Turquia. Até ao momento morreram 217 pessoas e 1.090 pessoas ficaram feridas. O número de desalojados ainda é incerto. É expectável que o número de mortos venha a crescer e o Crescente Vermelho Turco espera poder dar dados mais exactos nas próximas horas.
O Crescente Vermelho Turco designou imediatamente um responsável de gestão de crise, alertando os centros de gestão de desastre regional e local no Norte e Sul da Anatólia (Erzerum e Elazig), leste da Anatólia (Mus) e Adana na região do Mediterrâneo. Foi enviado pessoal do centro regional de gestão de desastre de Erzerum. A resposta do governo inclui 1.584 pessoas de busca e salvamento, 10 cães de busca e salvamento, 174 veículos, 491 técnicos de saúde, 68 ambulâncias e 7 ambulâncias aéreas, que estão de serviço na zona afectada, e 2 hospitais de campanha.
Foram enviados para a região 110 especialistas em desastres do CV Turco, 37 veículos e designados psicólogos e assistentes sociais para assistir os afectados em estado de choque pós-traumático ou em luto.
Até à data foram mobilizados os seguintes itens de socorro: tendas (6.377); cobertores (16.888); parcelas de comida (1.064); comidas instantâneas (500); sanduíches (14.000); conjuntos de cozinha (1.719); aquecedores (3.812); sacos de cama (425), fogões (10); padaria móvel (1); sacos mortuários (1.000) e latrinas (9).
Foram disponibilizadas tendas de campanha para aqueles cujas casas foram destruídas ou que têm receio de ficar dentro das suas devido às réplicas. Foram registadas 8 réplicas três horas após o terramoto, incluindo duas com uma magnitude de 5.6. As temperaturas chegam a atingir graus negatives durante a noite, o que torna os tempos de sobrevivência mais curtos para aqueles que se encontram presos nos escombros e piora as condições dos sobreviventes.
A área é remota e montanhosa (a 1.200km de Istambul e 920km de Ancara). Ercis, a cidade de 75 mil habitantes na província montanhosa de Van, perto da fronteira iraniana, foi a mais atingida.
O CV Turco confirmou o desabamento de 80 edifícios em Ercis, incluindo um dormitório e 10 edificios em Van. Algumas auto-estradas colapsaram, segundo a CNN-Turca. O terramoto foi sentido também na Arménia e no Irão, e causou pânico generalizado.
O CV Turco é uma das maiores organizações europeias de resposta a desastres e tem uma preparação específica para terramotos. Não há pedido, até ao momento, de assistência internacional por parte desta Sociedade Nacional e a ajuda bilateral foi recusada uma vez que até ao momento tem sido prestado apoio por parte da Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho.

Para mais informações contactar o Departamento Internacional na Sede Nacional da Cruz  Vermelha Portuguesa.