Presidente da Cruz Vermelha Espanhola visita homólogo
Quarta, 12 Janeiro 2011 16:18

img_39452_2571064815_43

O Presidente da Cruz Vermelha Espanhola, Juan Manuel Suárez del Toro, efectua amanhã, dia 13 de Janeiro, uma visita de trabalho à Cruz Vermelha Portuguesa.
O objectivo deste encontro entre as duas Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha é fundamentalmente efectivar a troca de experiências e também avaliar/promover a colaboração transfronteiriça e os projectos internacionais. Do programa da visita consta ainda a apreciação do apoio recíproco em Grande Emergência Ibérica.
Suárez del Toro é Presidente da Cruz Vermelha Espanhola desde 1994. Foi Presidente da Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho entre 2001 e 2009.


Perfil de Juan Manuel Suárez del Toro Rivero
Nasceu em Las Palmas, nas Canárias, em Espanha. É engenheiro industrial.
Ingressou como voluntário na Juventude da Cruz Vermelha Espanhola em 1971.
É Presidente da Cruz Vermelha Espanhola desde o dia 3 de Junho de 1994.
Foi eleito Presidente da Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho a 7 de Novembro de 2001, por um período de 4 anos; e re-eleito por mais 4 anos. Neste organismo internacional, que agrupa a 182 Sociedades Nacionais, já tinha antes ocupado uma das suas Vicepresidências; sido membro da sua Junta de Governo; e presidido à sua Comissão de Desenvolvimento.
Desde a sua incorporação na Cruz Vermelha, participou em actividades relacionadas com o socorrismo, resgate marítimo, acção social, formação de Voluntariado e cooperação internacional.
Actualmente e no âmbito estatal, é também Presidente das Fundações de Ayuda a las Toxicomanías de Cruz Vermelha Espanhola (CREFAT) e de Atención a las Migraciones de Cruz Vermelha Espanhola. Forma parte dos Patronatos da Fundação Cruz Vermelha Espanhola e da Fundação Kovacs.
É membro do Consejo Asesor de Sanidad del Ministerio de Sanidad; Vicepresidente do Consejo Estatal de Acción Social; Vicepresidente do Consejo Estatal de Voluntariado; Vicepresidente da Asociación Plataforma de ONG de Acción Social em Espanha; Vogal do Foro de la Inmigración; Vogal da Coordinadora Estatal de ONG para el Desarrollo; membro do Patronato Universidad em Espanha; membro da Confederación Estatal de Fundaciones; e Vogal do Consejo de Administración del Instituto Madrileño de la Salud de la Comunidad de Madrid.
Foi distinguido com a Medalha de Ouro da Cruz Vermelha Espanhola (1989) e a Gran Cruz del Ministerio de Defensa pelos seus contributos em operações humanitárias; a Gran Cruz de la Orden Civil de la Solidaridad Social (2002); e a Medalha de Ouro das Canárias (2002), entre muitas outras condecorações.