Últimas notícias
Land Rover oferece materiais de trabalho ao "Portugal +Feliz"
Sexta, 26 Maio 2017 13:54
 
A Land Rover doou materiais de trabalho ao programa “Portugal Mais Feliz” (PT+F), da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP), de forma a ajudar a sua equipa no trabalho diário junto das famílias portuguesas, bem como a promover o projeto. Foi o ator Lourenço Ortigão, embaixador da Land Rover em Portugal que dá a cara pelo PT+F, que entregou mais de 350 peças como USBs, powerbanks, roll, sacos, mealheiros ou canetas.
 
Para Daniela Costa, coordenadora nacional do PT+F: “Estes materiais que a Land Rover nos ofereceu e que o Lourenço nos trouxe, como os mealheiros, os sacos ou as pens, vão ser ótimos para continuar o nosso trabalho junto com as famílias, o trabalho direto, mas também para nos ajudar a comunicar o que é o Portugal Mais Feliz, a sua missão e a sua identidade”.
 
O ator Lourenço Ortigão, na entrega dos materiais, comentou: “Este presente da Land Rover vai ajudar a que a equipa tenha mais ferramentas para o dia-a-dia e para promover o seu projeto junto dos portugueses, desafiando-os a contribuir para esta causa.” E acrescenta: “Para mim, apoiar este projeto foi importante para, antes de mais, aprender, saber o que se passa à minha volta. E também dar voz a este projeto e poder divulgá-lo cada vez mais”. 
 
ptfeliz lo merchandising      
Segundo Cristina Louro, vice-presidente da CVP, “A ajuda do Lourenço Ortigão a este nosso programa Portugal Mais Feliz foi preciosa porque termos uma figura pública à frente de um programa é sempre diferente do que dizermos só Portugal Mais Feliz!”
 
 
Já Luis Antonio Ruiz, presidente Jaguar Land Rover Ibéria, afirmou: “Estas ferramentas que oferecemos ao Portugal Mais Feliz servem para que o seu trabalho seja ainda mais eficaz e consigam passar os valores do programa, como o da poupança. Acreditamos que esta contribuição terá resultados práticos e verdadeiros no trabalho árdua desta equipa”.
 
O PT+F, apoiado desde 2014 pela Land Rover, ajuda grupos sociais mais vulneráveis, particularmente em situação de desemprego, para uma melhoria da sua qualidade de vida e da sua inclusão económica e social. Desde a atribuição do donativo da marca, a CVP conseguiu chegar a cerca de 1310 pessoas, num total de 534 famílias apoiadas. O impacto social criado pelo PT+F foi avaliado através do Valor Social agregado (SROI - Social Return on Investment), sendo que por cada 1€ investido são gerados 8,09€ de Valor Social.
 
Este programa está integrado no acordo internacional “Reaching Vulnerable People Around The World”, entre a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho e a Land Rover, como parte da Estratégia Global de Responsabilidade Social Corporativa da marca.
 
Comemoração do Dia Mundial da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho
8maio 0   
Dia Mundial da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho
 
Inovação e diversidade no centro do trabalho do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho
 
Sob o mote “Em todo o lado para todos” é assinalado, hoje, dia 8 de Maio, o Dia Mundial da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho relembrando que todos os anos, em todo o mundo, o Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho abrange mais de 160 milhões de pessoas através de sua rede de cerca de 17 milhões de voluntários e 450.000 funcionários.
 
Só em Portugal, a Cruz Vermelha abrange cerca de 1 milhão de pessoas, criando comunidades mais seguras e fortes através de uma gama diversificada e inovadora de serviços adaptados às necessidades locais.
 
Do apoio domiciliário à teleassistência, passando pelos berçários e residências assistidas, são muitas as atividades e serviços que apoiam diariamente milhares de pessoas, de todas as idades e condições, um trabalho que conta com a dedicação incansável dos 10 mil voluntários da Cruz Vermelha Portuguesa.
 
Segundo Luís Barbosa, presidente nacional da Cruz Vermelha Portuguesa "os voluntários da Cruz Vermelha estão a trabalhar em praticamente todas as comunidades, oferecendo-lhes o seu compromisso, energia e tempo". Neste dia que assinala o aniversário do fundador do Movimento, Henry Dunant, há cerca de 189 anos atrás, Luis Barbosa reforça que “o Dia Mundial da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, 8 de Maio, é uma oportunidade para reconhecer o contributo e as realizações dos milhões de voluntários e funcionários em todo o mundo que estão a manter o nosso compromisso com a Humanidade todos os dias, garantindo que ninguém seja deixado para trás".
 
Em contextos complexos com vulnerabilidades crescentes, a nossa capacidade de chegar às pessoas carenciadas está constantemente a mudar, diz o presidente da Cruz Vermelha Portuguesa. "Mas os nossos voluntários e funcionários procuram encontrar soluções criativas e inovadoras para alcançar as pessoas vulneráveis e ajudá-las a prepararem-se para lidar com estes desafios. "
 
O trabalho do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, formado pelo Comité Internacional da Cruz Vermelha, pela Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho e por 190 Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, baseia-se em mais de 150 anos de acção humanitária.
 
8maio 1    8maio 2
     
8maio 3   8maio 4
     
8maio 5   8maio 6
     
8maio 7   8maio 8
     
8maio 9    
 
 
Recolha de alimentos resulta em mais de 180 mil refeições
Sexta, 07 Abril 2017 10:18

trofa3 ok
Recolha de alimentos realizou-se entre os dias 31 de março e 2 de abril,

nas lojas Continente e Meu Super.

Alimentos recolhidos equivalem a mais de 180 mil refeições.

A Cruz Vermelha Portuguesa e a Missão Continente conseguiram recolher alimentos em valor equivalente a mais de 180 mil refeições, que serão entregues às famílias sinalizadas pelas delegações locais da instituição humanitária, de acordo com as necessidades mais urgentes.

A maior parte dos produtos entregues correspondem a artigos de primeira necessidade, como arroz, massa, enlatados, leite, açúcar, sal, bolachas, leite em pó, papas para bebé, entre outros, tal como solicitado pela organização da iniciativa.

O resultado da recolha de alimentos vai beneficiar cerca de 10 mil famílias de todo o país, minimizando assim as suas carências alimentares, graças ao significativo contributo dos portugueses e à dedicação de 6.000 voluntários, que apoiaram a iniciativa realizada em todas as lojas Continente e Meu Super.

O prresidente da Cruz Vermelha Portuguesa afirma que “os resultados da recolha de alimentos são positivos e demonstram a solidariedade e compromisso da sociedade portuguesa na ajuda aos mais carenciados. Estamos muito gratos pela participação de todos, assim como pelo envolvimento da Missão Continente.”

Por sua vez, José Fortunato, presidente da Missão Continente, acrescenta que “os números que caracterizam esta recolha de alimentos deixa-nos muito satisfeitos, porque, por um lado, verificamos que os portugueses estão sensibilizados para a importância de ajudar quem mais precisa, e, por outro, sabemos que estamos a contribuir para ajudar, de facto, pessoas e famílias em dificuldade.”

 
Formação "Intervenção Psicossocial em Crise": inscrições abertas
Quinta, 06 Abril 2017 16:06
  
NOVA FORMAÇÃO COM BRUNO BRITO, 26-28 MAIO, LISBOA
 
 
ipc ok
 
 
Cruz Vermelha na abordagem ao trauma psicológico
Sexta, 31 Março 2017 12:06
tir masterclass 2   tir2   


Está a decorrer na Cruz Vermelha Portuguesa um encontro internacional de 5 dias com especialistas na área do trauma.

 

Esta reunião iniciou-se ontem com uma MasterClass que juntou cerca de 30 pessoas com interesse em aprofundar conhecimentos sobre a intervenção prática no domínio da psicotraumatologia, dos primeiros socorros psicológicos até às questões do trauma complexo.

Neste âmbito e durante os próximos dias, segue-se a realização de um Workshop sobre Traumatic Incident Reduction.

11 especialistas oriundos dos Estados Unidos da América, Espanha, Eslováquia e Portugal, representando 6 entidades diferentes, vão partilhar experiências e consolidar competências adquiridas no primeiro nível do workshop, tendo por base o aprofundamento da técnica Traumatic Incident Reduction, naquele que é o nível seguinte "Extendend Aplication".

Além do aprofundar da técnica, o workshop vai permitir o contacto directo com Marian Volkman, especialista na intervenção em trauma desde a década de 80 e que tem estado em vários pontos do mundo disseminando a formação em TIR, sendo uma referência na aplicação da técnica em crianças.

Este workshop TIR-EA será também dinamizado por Bruno Brito, psicólogo especialista em psicotraumatologia, contando também com a parceria com Applied Metapsychology International, entidade que certifica a formação.

 
Recolha de alimentos nas lojas Continente e Meu Super arranca dia 31 de março
Sexta, 24 Março 2017 15:52
 ra         

 

BENS MAIS NECESSÁRIOS

Enlatados de atum

Enlatados de sardinha

Enlatados de salsicha

Papas lácteas e comida para bebés

Grão

Feijão

Leite

Leite em pó

Cereais

Arroz

Massas

Azeite

Óleo

Sal

Bolachas

Café solúvel

Chá

Barras energéticas

De 31 de março a 02 de Abril
CRUZ VERMELHA PORTUGUESA E MISSÃO CONTINENTE PROMOVEM RECOLHA DE ALIMENTOS
A iniciativa decorre nas lojas Continente e Meu Super de todo o país
Os alimentos recolhidos revertem a favor de famílias sinalizadas pela Cruz Vermelha Portuguesa

A Cruz Vermelha Portuguesa e a Missão Continente associam-se para promover mais uma recolha de alimentos, que se vai realizar entre os dias 31 de março e 02 de abril, em mais de 400 lojas Continente e Meu Super de todo o país.

A iniciativa pretende recolher bens essenciais como enlatados diversos, leite, cereais, papas para bebé, entre outros, que serão entregues a famílias carenciadas, identificadas pela Cruz Vermelha Portuguesa através das suas delegações locais, de acordo com as necessidades mais urgentes.

A recolha de alimentos será apoiada por largas centenas de voluntários, que estarão nas lojas Continente a aconselhar os portugueses sobre os produtos que devem doar e a receber os contributos de todos os que quiserem participar.

O presidente da Cruz Vermelha Portuguesa afirma que “as recolhas de alimentos, que se realizam periodicamente, são fundamentais para fazer chegar bens de primeira necessidade às famílias carenciadas, que estão identificadas pelas nossas delegações locais. O contributo dos portugueses e a participação da Missão Continente é, por isso, da maior importância para o sucesso da iniciativa.”

José Fortunato, presidente da Missão Continente, acrescenta que “as Recolhas de Alimentos são iniciativas fundamentais para sensibilizar e envolver as comunidades na Luta Contra a Fome e, por isso, é com um elevado sentido de compromisso que a Missão Continente se associa a estas iniciativas, na perspetiva de minimizar as dificuldades vividas pelas famílias carenciadas”.

Em 2016, as recolhas de alimentos promovidas pela Cruz Vermelha Portuguesa em parceria com a Missão Continente tiveram o contributo de cerca de 6.000 voluntários, que recolheram alimentos equivalentes a 385 mil refeições.

A Missão Continente é a marca que agrega todas as iniciativas de responsabilidade social do Continente e pretende contribuir para o desenvolvimento das comunidades e para a melhoria da qualidade de vida das populações.

 
Protocolo com Koala Rest por um sono de qualidade
Segunda, 20 Março 2017 11:47
 koala colchao          

A Koala Rest celebrou um protocolo de colaboração com a Cruz Vermelha Portuguesa e várias outras instituições de solidariedade social para a doação de colchões Koala.

Estas parcerias enquadram-se na missão da empresa para proporcionar um sono de qualidade um pouco mais acessível, também a quem mais precisa.

A Koala Rest é uma startup de e-commerce portuguesa que oferece aos seus clientes um colchão excepcional a um preço muito mais acessível do que o praticado no retalho tradicional.

Com o objetivo de proporcionar ao cliente os melhores materiais ao preço mais baixo possível, os colchões Koala recorrem a uma combinação de três camadas distintas de espuma, melhorando a respirabilidade, reduzindo o calor e, assim, mantendo os níveis de conforto.

A empresa removeu todos os custos com intermediários no processo de compra como lojas, rendas ou vendedores, transferindo, desta forma, a poupança para os seus clientes.

Conta ainda com entregas gratuitas diretamente em casa do cliente, podendo o mesmo experimentá-lo por um período de 30 noites sem compromisso.

Para mais informações sobre a Koala Rest:
www.koalarest.com
www.facebook.com/restedkoala

 
OPERAÇÃO FÁTIMA'17
Terça, 07 Março 2017 15:25
 peregrinos

 

 
(clique nos links acima)

Como nos anos anteriores, a "Operação Fátima” da Cruz Vermelha Portuguesa de apoio aos peregrinos vai decorrer sob a coordenação do Gabinete de Planeamento e Coordenação da área de Emergência, a nível nacional, de 1 a 12 de Maio.

Neste ano especial, de comemorações do centenário das aparições de Fátima e da visita do Papa Francisco, as estruturas locais e os voluntários da Cruz Vermelha encontram-se já em preparação para prestar apoio aos milhares de peregrinos que se vão deslocar ao Santuário por roteiros de Norte a Sul de Portugal, até ao dia 13 de Maio.
 
Durante estes dias, 28 Delegações e Centros Humanitários da Instituição vão estabelecer cerca de 43 postos por diversos percursos, envolvendo perto de 650 voluntários.
 
Nestes locais serão prestados diversos serviços, como cuidados médicos e de enfermagem, primeiros socorros, evacuação hospitalar, apoio psicológico, massagens, podologia e apoio logístico (espaços para descanso/dormidas, banhos, refeições, distribuição de águas e reforço alimentar).
 
Apoios
  • Centralcer
  • Farmácias Holon
  • Nutricafés
  • Gasin - Oxigenoterapia
  • Os Mosqueteiros
 
Inscrições abertas para Masterclass com Marian Volkman, especialista na intervenção em trauma
Sexta, 03 Março 2017 11:24

tir masterclass

No âmbito do trabalho que a Cruz Vermelha Portuguesa tem vindo a desenvolver na formação especializada na área da psicotraumatologia, anuncia-se a realização de uma Masterclass em Intervenções Práticas, com a presença de Marian Volkman, especialista de referência mundial na intervenção em trauma, no dia 29 de Março, em Lisboa.

Nesta iniciativa, e com o objectivo de partilhar a utilização do TIR - Traumatic Incident Reduction ao nível do trauma complexo e de outras técnicas ao nível da intervenção em crise, vão ser abordadas questões para uma intervenção prática. Para este efeito, estará também presente Bruno Brito, psicólogo especialista em Psicotraumatologia.

As vagas são limitadas, mediante o pagamento da inscrição no valor de 40€.

Local: Sede Nacional da Cruz Vermelha Portuguesa, Jardim 9 de Abril, nº 1 a 5, Lisboa (junto ao Museu Nacional de Arte Antiga)

Horário: 29 de Março de 2015, das 10 às 17h30.

Para proceder à inscrição basta preencher o ​FORMULÁRIO ONLINE e enviar o comprovativo do pagamento para o email Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar


O Traumatic Incident Reduction -TIR é usado desde 1984; trata-se de uma abordagem utilizada de um-para-um, bastante estruturada e centrada na pessoa, para resolver de forma permanente os efeitos de trauma e do stress traumático, bem como as suas consequências negativas num curto espaço de tempo.

É uma ferramenta essencial para profissionais que lidam com vítimas de trauma, em situações de crise ou em acompanhamento continuado. A aplicação mais conhecida do TIR incide na resolução rápida de sequelas traumáticas, incluindo a Perturbação Pós Stress Traumático.

 
Cruz Vermelha presente na campanha "Ser Solidário" do Multibanco
Terça, 31 Janeiro 2017 11:39

A Cruz Vermelha Portuguesa vai integrar novamente a campanha "Ser Solidário" na rede Multibanco, a partir do dia 1 de Fevereiro de 2017 durante o período aproximado de um ano.

Assim, num Caixa Automático Multibanco, poderá efectuar o seu donativo para a CVP, bastando seguir os seguintes passos:

sibs  
  1. Introduzir o cartão bancário;
  2. Digitar o código pessoal secreto;
  3. Seleccionar "Transferências";
  4. Seleccionar "Ser Solidário";
  5. Escolher a entidade "Cruz Vermelha Portuguesa";
  6. Indicar o montante do donativo;
  7. Seleccionar opção de impressão (Talão ou Recibo);
  8. Digitar o NIF se seleccionar a opção Recibo;
  9. Confirmar a operação.

Os utilizadores têm também a opção de solicitar um comprovativo para efeitos fiscais. Para tal devem seleccionar a opção “Recibo” e introduzir o seu Número de Contribuinte. No final da operação, o talão comprovativo é valido para efeitos de apresentação no serviço de Finanças, estando o cabeçalho preenchido com os dados fiscais da Cruz Vermelha Portuguesa.

Este meio é disponibilizado pela campanha "Ser Solidário” da SIBS e dos bancos do sistema Multibanco, podendo ser suspensa a qualquer momento.


Nota importante
As doações monetárias são a melhor forma de ajudar as pessoas carenciadas ou vítimas de desastres, porque o dinheiro pode, de forma muito rápida e simples, ser transferido para qualquer conta bancária ou convertido imediatamente nos bens necessários, em qualquer parte de Portugal ou do mundo. Desta forma, a Cruz Vermelha pode usar o seu forte poder de compra para beneficiar o maior número de pessoas e ajustar a resposta muito rapidamente a necessidades e prioridades variáveis.

 
<< Início < Anterior 1 2 Seguinte > Final >>

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL