Campanha “A brincar e a jogar, descobre como te alimentar!”

tn_logo campanha

Uma chamada de atenção para os padrões e hábitos alimentares atuais das crianças, assim como para os últimos estudos apresentados pela Organização Mundial de Saúde, que colocam Portugal no 8.º lugar mundial relativamente à prevalência de excesso de peso e obesidade entre crianças dos 5 aos 12 anos.

Breve resumo
O projeto “A brincar e a jogar descobre como te alimentar” visa, através de dinâmicas e materiais pedagógicos, explicar às crianças quais as diferentes componentes de hábitos alimentares mais adequados. Fomentando, ainda, o interesse dos jovens para a adoção de hábitos e comportamentos saudáveis como parte do seu desenvolvimento integral, modificando as atitudes que correspondam a costumes individuais e sociais prejudiciais e perigosos para a saúde.
 
Data de início e público-alvo
O projeto iniciou-se no ano letivo 2008/2009, em espaços educativos, para crianças entre os 8 e os 12 anos. Desde então o projeto já foi implementado por mais de 30 Estruturas Locais da CVP, tendo abrangido dezenas de milhares de crianças. No último ano letivo (2014/2015), o projeto foi implementado por 10 Estruturas Locais da CVP (Bombarral, Braga, Évora, Gondomar, Leiria, Lisboa, Olhão, Porto/Matosinhos, Vila Viçosa, Vilela-Paredes) que envolveram um total de 1 551 jovens.
 
Locais de dinamização
  • Escolas;
  • ATL´S;
  • Lares de Infância e Juventude.

“Jogo da Alimentação Saudável" e outros materiais de campanha 

Os voluntários da Juventude Cruz Vermelha dinamizam o “Jogo da Alimentação Saudável” com as crianças, nos espaços educativos, abordando questões teóricas, motivando os alunos para a atividade lúdica-desportiva e promovendo, igualmente, o gosto pela aprendizagem.
Considerando que alguns materiais necessários à implementação do jogo se encontram desatualizados, está em curso uma reformulação do projeto e respetivos materiais para que este seja passível de ser implementado a nível nacional, potenciando também o seu impacto e abrangência.
 

Para mais informações sobre esta campanha, contacte o Gabinete de Juventude na Sede Nacional da Cruz Vermelha Portuguesa.