Campanha "Copos, quem decide és tu"

  tn_cartaz saida

É uma iniciativa do Gabinete Nacional da Juventude Cruz Vermelha que procura sensibilizar os jovens portugueses para os malefícios do consumo abusivo do álcool.

Breve resumo

O projeto “Copos – quem decide és tu” visa a prevenção do consumo abusivo de bebidas alcoólicas na população juvenil, educando para uma maior responsabilização nesta matéria e promovendo a saúde enquanto resultado ou efeito de decisões individuais. Neste projeto, substitui-se a aproximação repressiva e paternalista do “não podes e não deves”, pela responsabilização individual do “tu decides”. Esta opção está de acordo com as recentes estratégias preventivas em matéria de consumos de substâncias, a disseminação, nas comunidades e os grupos de risco, de uma informação científica, imparcial e verdadeira, que esclareça decisões e fundamente comportamentos mais responsáveis.

Data de início e público-alvo
Este projeto iniciou-se em 2006. A intervenção é realizada, essencialmente, em espaço escolar, para jovens entre os 14 e os 20 anos. Desde então o projeto já foi implementado por mais de 30 Estruturas Locais da CVP, tendo abrangido dezenas de milhares de jovens, no decorrer dos últimos anos. No último ano letivo (2014/2015), o projeto foi implementado em 9 Estruturas Locais da Cruz Vermelha Portuguesa (Braga, Évora, Lisboa, Macieira de Rates, Maia, Portela, Vila Real, Vila Viçosa, Vilela-Paredes), tendo participado neste ano um total de 1 751 jovens.

Objetivos gerais

  • Sensibilizar os jovens para a problemática do consumo abusivo de bebidas alcoólicas;

  • Promover estilos de vida e comportamentos saudáveis entre os jovens.

Objetivos específicos
  • Aumentar nos jovens os conhecimentos sobre as consequências associadas ao consumo abusivo de bebidas alcoólicas;

  • Prevenir o abuso e/ou o consumo problemático de álcool entre a população jovem portuguesa;

  • Aumentar os níveis de perceção dos riscos associados ao consumo de álcool;

  • Fomentar comportamentos e hábitos de consumo de bebidas alcoólicas mais responsáveis;

  • Capacitar os jovens de modo a que possam atuar como agentes de mudança, “educadores informais”, dentro das comunidades e/ou grupos em que estão inseridos.

A metodologia aplicada é a educação entre pares. Existem 2 tipos de sessões, teóricas e práticas, com diferentes dinâmicas.

  • Espaço informativo/formativo;
  • Espaço Copos;

  • Desafios.


Para mais informações sobre esta campanha, contacte o Gabinete de Juventude na Sede Nacional da Cruz Vermelha Portuguesa.